quarta-feira, 2 de maio de 2012

Dicas para conseguir Trabalho Voluntário com crianças


Queridas Au Pairs, resolvi escrever as dicas abaixo para ajudá-las a conseguir trabalhos voluntários com crianças. Espero que gostem…


1 – Pesquise bastante. O Google ajudou muito! Vá nele e coloque sempre 3 palavras nas pesquisas: CRIANÇAS, VOLUNTÁRIO e O NOME DA SUA CIDADE (ou de alguma cidade vizinha se você tiver disponibilidade para ir). 

2 – Faça pesquisas alternadas no Google. Como assim? Divida suas pesquisas por etapa.
É como fazer um filtro do que lhe interessa:

1ª Etapa: Faça primeiro uma pesquisa com as 3 palavras que citei na Dica 1. 

2ª Etapa: Ainda com estas 3 palavras vá em mais ferramentas (fica do lado esquerdo da página do Google) e escolha uma das alternativas a seguir:
  • ·         Na última hora
  • ·         Nas últimas 24 horas
  • ·         Na última semana
  • ·         No último mês
  • ·         No último ano
  • ·         Intervalo personalizado...
Você pode fazer com todas se quiser. Isto facilita você encontrar algum programa voluntário que pode estar perto de começar. Eu encontrei um dos que eu faço assim. Era uma reportagem falando do programa e que faltavam 2 semanas para começar o treinamento dos voluntários. Lá tinha o telefone, liguei e fui informada que ainda poderia me cadastrar.

3ª Etapa: Repita agora a 1ª e 2ª etapa, usando novamente as 3 palavras + outras palavras. 

Exemplo de palavras que vocês podem acrescentar as 3:
  • ·         Trabalho;
  • ·         Programa;
  • ·         Ajudar;
  • ·         Precisa;
  • ·         Começa;
  • ·         Social;
  • ·         Treinamento;
  • ·         Deficientes (pra quem se interessar…);
E tem muitas outras palavras que vocês podem usar…

3 – Pergunte a outras pessoas. Pesquise com outras pessoas se elas conhecem algum trabalho voluntário que você possa fazer. Você pode perguntar seus parentes, amigos, colegas de trabalho, vizinhos, professores, até a outras au pairs e ex-au pairs da sua cidade. Elas com certeza sabem sobre algum programa, pois tiveram que fazer.

4- Faça uma lista. Você deverá fazer uma lista com todos os abrigos (leia-se também: creches, programas…) que você encontrou nas pesquisas que falei anteriormente, mas com os abrigos que lhe interessar. Isto mesmo. Que lhe interessar! Não adianta querer cuidar de bebezinhos, por exemplo, se você não gosta. Lembre-se que voluntariado requer responsabilidade! Também não coloque nesta lista um local difícil para você ir, pois você terá quer fazer este trajeto mais de uma vez!
Coloque nesta lista o nome do local, telefone, endereço, idade das kids e se tiver mais informações coloque também (isto pode te ajudar se ficar em dúvida entre algumas). Se quiser, ordene por ordem de preferência.

5 – Comece a ligar. Já está com a lista? Agora é a hora! Ligue pra todas! Você pode ligar e se apresentar, dizer que está interessada em fazer programa voluntário e queria saber um pouquinho como é o programa que eles fazem com as crianças lá. Não vá dizendo logo que quer trabalhar lá pra poder ser Au Pair. Muitos abrigos não sabem o que é ou podem pensar que você não vai cuidar bem das crianças, pois só quer “as horas”.  Entre primeiro no abrigo, depois quando já conhecer as pessoas, comece a comentar que descobriu o programa de Au Pair… 

IMPORTANTE: Antes de começar o trabalho voluntário em alguma instituição, veja se as pessoas que trabalham lá são legais. Eu, por exemplo, fui em um abrigo no qual a coordenadora não era lá essas simpatias todas. E dei uma indireta pra ela: “Trabalho voluntário hoje está sendo bastante procurado, não é verdade? Tem gente querendo colocar em currículo e eu soube de meninas que para ir para o exterior precisam também”. E a simpática senhora me respondeu que já teve algumas meninas voluntárias na instituição dela e que ela só dava o certificado depois que trabalhassem no mínimo 1 ano lá. :S

Portanto meninas, deem uma sondada logo no local, vejam como é o clima. Se as pessoas são simpáticas, conheçam as crianças. Pra mim foi fundamental!

Espero que eu as tenha ajudado e qualquer dúvida podem me perguntar! ;)

terça-feira, 1 de maio de 2012

Meninos da Casa de Frei Francisco


Girls, como prometido, vou contar pra vocês um pouquinho de como é meu trabalho com os meninos do PETI na Casa de Frei Francisco. A CFF recebe o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI), repassado através de convênio com a Prefeitura do Recife. O PETI é um programa do Governo Federal que visa erradicar todas as formas de trabalho de crianças e adolescentes menores de 16 anos e garantir que frequentem a escola e atividades sócio educativas. Eu fico responsável lá por umas 20 crianças de 6-12 anos. 

                  
Eles são uns fofos!! Hoje, já me acostumei a ser chamada de ‘tia’ e agora estou em processo para me acostumar a ser chamada de ‘professora’. Ainda não sei o nome de todos eles, os nomes que você aprende mais rápido são os daqueles mais levados kkkkkk 

    
 

Estou lá toda sexta-feira das 8hs às 11hs. Das 8:00 às 9:40 nós brincamos de futebol, queimado, quebra-cabeça, jogos educativos, dominó…  Às 9:40 eles tomam banho, às 10hs eles lancham, entregamos bombons e de 11hs vão para casa. Eu fico até triste nesta hora… O tempo passa tão rápido quando estou com eles.


 
Lanche e o banco verde (do lado esquerdo com algumas bolsas em cima)
Ah, sism!!Quando eles brigam ou não obedecem eles vão para o “banco verde” (da pra ver na foto do lanche do lado esquerdo), onde ficam sentados até a hora de tomar banho e depois do lanche não recebem bombom. Eu já disse para minha mãe, tem um banco branco aqui no jardim de casa, quando eu tiver meus filhos vou pegar este banco pra mim e pintá-lo de verde. Gente, funciona muitooo!!! Kkkkkkk
 

 


Sábado passado nós fomos para Gravatá (interior daqui de Pernambuco) para fazer uma trilha. Foi maravilhoso! E o melhor foi escutar deles: “Que bom que a senhora veio tia! Fiquei com medo que não viesse…”.